Balázs Gergely Soós, o BeeGee, é um PhD em Ciência da Computação graduado pela Escola de Doutorado Multidisciplinar de Ciências e Tecnologia PPKE. Também é membro de um grupo de ex-alunos do BME Schönherz College. Anteriormente, trabalhou na SZTAKI como assistente de pesquisa, foi engenheiro de pesquisa na Searchlab, desenvolvedor sênior e fundador da Streamnovation e líder de programação na Zinemath.

  • Eu moro aqui: Budapeste, Hungria
  • Eu trabalho aqui: MorganStanley
  • Tempo que passou estudando na CodeBerry: 3 meses
  • Eu trabalho com: HP ENVY, Samsung Galaxy S4 mini, Chrome, Notepad++, gitk

Quando perguntam sobre sua profissão, o que você responde?

Eu sou um desenvolvedor de software.

Qual foi o seu trabalho antes de começar a programar? Você já tinha alguma experiência anterior neste campo?

Quando eu era criança, costumava procurar os O e 0 trocados em programas BASIC. Eu desisti de uma oficina de modelagem de aeronaves para desenhar com um Commodore+4 e, muitas vezes, eu mexia com GV-Basic (C64) também. Eu usei Tubo Pascal no ensino médio e C++ na universidade, entre outras linguagens interessantes. C++ ficou comigo por um bom tempo. Então, veio a visão de máquina, robótica e programação de GPU.

Por que você decidiu começar a aprender desenvolvimento web?

Na minha opinião, os aplicativos da área de trabalho vão acabar. Em vez disso, eu estava interessado em desenvolvimento para dispositivos móveis e serviços em nuvem. Eu queria aprender o WebGL depois de ter contato pela primeira vez. Eu pensei que o primeiro passo deveria ser relembrar meu conhecimento de web, como eu já havia lidado com um pouco de PHP e MySQL, mas o front-end sempre foi feito por outra pessoa. Muitos dos meus projetos se concentraram em cálculo, não na interface. No entanto, fiquei curioso sobre os truques feitos pelos assistentes de GUI.

Por favor, conte-nos mais sobre o que você faz agora, quais tarefas você tem? O que acontece em um dia típico?

Eu trabalho em um banco, então isso é um segredo. 🙂 Mas meu trabalho inclui algumas tarefas diárias de front-end.

Por quanto tempo você procurou por um emprego? Como você conseguiu sua posição atual?

O meu emprego anterior era como um emprego dos sonhos: engenheiros fantásticos, exposições internacionais e um investidor sólido. Mas um dia eu senti que era demais. Eu precisava de um pouco de paz e tranquilidade para poder ouvir algumas vozes novas e finalmente ter tempo para minha família e para mim.

Esse impulso me atingiu no verão. Minha esposa teve 4 semanas de folga e, por isso, viajamos para Veneza. Relaxar à beira do lago me fez perceber o quanto estou sentindo falta de alguma atividade intelectual, então comecei a estudar.

Dois meses depois, tive algumas entrevistas. Quando ficaram sabendo que eu estava desempregado, um dos meus colegas de dormitório me ligou e disse que se eu ainda amasse essas linguagens de programação e se estivesse interessado em grandes bancos de dados, ele teria uma mesa vazia para mim ao seu lado.

Como você aprendeu programação? Que tipo de cursos, livros etc. você usou?

Eu não me lembro mais como foi. Eu tinha algumas edições de Computerbooks. A próxima coisa era a universidade: György Pongor e Zoltán László. Depois disso, continuei com materiais on-line.

“O que a CodeBerry ofereceu a você? Como foi estudar na nossa escola?

Eu já havia lido um pouco sobre Node.js e Angular e pude sentir o poder de sua combinação. Durante meus anos de doutorado, eu me apaixonei pela pesquisa independente, a alegria de descobrir algo novo. Por outro lado, eu também respeito os professores que me deram um empurrão antes da minha jornada. Aprender nos blogs é como estar em uma cidade grande sem um mapa: há dezenas de ônibus, muitas linhas de tróleibus e alguns metrôs. Às vezes você precisa de ajuda com as instruções se realmente quiser chegar a algum lugar.”

Andris e eu nos encontramos todos os meses. Ele me contou sobre a CodeBerry quando era apenas um projeto. Mais tarde, Bini disse que ele gostou da ideia. Eu pensei: por que não? Eu fui provavelmente um dos primeiros vinte candidatos. 🙂

Antes, não era meu trabalho fazer algo bonito. No início das lições, o foco estava no frontend. Eu não me arrependi disso. Foi muito útil poder experimentar tudo o que acabei de aprender e testar meus conhecimentos com questionários. Quando terminei um site WordPress, o CSS e eu nos tornamos grandes amigos.

Você tem alguma experiência, dicas ou truques para compartilhar com aqueles que estão apenas começando seus estudos?

Você só tem que sentar e fazer. Eu recebi o empurrão final de um amigo meu. Ele me pediu para criar um site responsivo para ele. Ele tirou vantagem do fato de eu não estar trabalhando na época. 🙂

Qual é o seu próximo passo? Que direção você está tomando?
Assim que tiver alguns fins de semana extras, voltarei ao meu objetivo original, o WebGL. Talvez acrescentar um pouco de VR.

Você gostaria de aprender a programar? Venha e experimente nossas primeiras lições gratuitamente na Escola de Programação CodeBerry.