Dávid Veszelkovszki começou a programar com seis anos e meio de idade, e está trabalhando como desenvolvedor desde que completou 16 anos. Seu hobby é viajar. Há quatro anos, ele passou um ano e meio explorando a Ásia e a Austrália. Agora ele “se foi” por mais seis meses dirigindo pelos EUA em um carro vermelho acompanhado por sua namorada.

  • Eu moro aqui: Budapeste (mas estou no estado de Oregon no momento)
  • Eu trabalho aqui: CodeBerry (mas estou de férias agora)
  • Eu sou ótimo em: desenvolvimento web e morar de graça
  • Meu estilo de trabalho em uma palavra: eficiente

Quando perguntam sobre sua profissão, o que você responde?

Eu sou um engenheiro de RH viajante.

Conte-me mais sobre o programa que você está desenvolvendo agora?

Atualmente, estou de férias, então a resposta é nada. A última coisa em que trabalhei foi a interface de aprendizado do CodeBerry, a “sala de aula” virtual onde os alunos recebem o dever de casa. Eu também tenho alguns projetos de hobby como o aplicativo móvel que desenvolvi para ler críticas de cinema. Foi muito útil. Eu ainda uso regularmente.

Como é o seu espaço de trabalho?

Eu não encontrei uma foto da minha mesa, mas aqui está o meu espaço de trabalho em casa:

Os fundadores do CodeBerry (da esquerda para a direita: Dávid Veszelkovszki, Ádám Freisinger, András P. Tóth, László Békéssy)

Quando, onde e como você aprendeu a programar?

Eu ganhei um PC 286 e um livro de Quick Basic do meu pai quando eu tinha seis anos; Eu aprendi o básico disso. Meu pai me ajudou sempre que eu empacava.

Quais são as oportunidades de emprego para desenvolvedores web? Em média, quanto tempo você usa procurando emprego?

As oportunidades são ótimas. Eu acho que eu nuca procurei um emprego em tempo integral antes porque algo sempre me encontrava antes que eu tivesse tempo de pesquisar. Eu normalmente procuro projetos e só preciso de algumas horas.

Como é sua agenda diária, semanal, etc.?

Meu dia: Eu levanto às 8 horas no carro, como um sanduíche do Subway ou algumas frutas no café da manhã, escovo os dentes e vou para algum lugar de carro ou a pé com minha namorada. Olhamos em volta, tiramos algumas fotos, cozinhamos o almoço no carro e continuamos andando ou dirigindo e tirando fotos. Passamos a noite lendo, assistindo a um filme e depois vamos dormir. Não parece um dia cheio, mas é. Nós damos mais de 10 mil passos e dirigimos cerca de 100 milhas cada dia.

Minha semana: Nós trabalhamos aproximadamente 5 vezes por semana (e tomamos banho). Uma vez por semana, sento uma hora ou duas para revisar a semana anterior e planejar a próxima. Duas ou três vezes por semana, comemos algumas especialidades locais, dependendo de onde estamos no momento.

Meu Mês: Meus últimos dois meses foram muito diferentes do resto. No momento, continuamos repetindo as coisas que mencionei anteriormente.

Meu ano: Felizmente, cada ano é diferente. Eu gosto de mudanças. Comecei 2016 com estudos intensivos e depois começamos a trabalhar na CodeBerry e isso levou todo o meu tempo. Eu então peguei a estrada em julho.

O que te surpreendeu sobre esse trabalho que você nunca pensou antes?

Bem, isso foi há muito tempo, mas fiquei surpreso de poder fazer novos jogos para mim e definir novas tarefas uma após a outra. É como um LEGO, mas com blocos de construção infinitos desde o início. 🙂

Você tem habilidades que surpreenderiam as pessoas comuns?

Meditar 10 horas todos os dias durante 10 dias seguidos. Eu aprendi isso em 2011 na Índia, mas você pode aprender em qualquer outro lugar gratuitamente.

Com quem você trabalha?

Com minha namorada, Dóri. Nós viajamos juntos. Esse é o meu “trabalho” atual. 🙂

Quais são os caminhos típicos de carreira em sua profissão?

Bem, se minha profissão é TI, o caminho mais popular é frequentar a universidade aos 18-24 anos, trabalhar 40 anos em vários lugares, passar de 2 a 7 anos em cada local e se aposentar.
Um modo de vida mais incomum, que é o que eu gostaria de seguir, é gastar menos do que ganho e me aposentar mais cedo. Gastar todo o meu dinheiro enquanto viajo, no entanto, não ajuda muito. 🙂

Quais são seus planos e como você deseja continuar?

Eu gostaria de continuar trabalhando na CodeBerry por alguns anos. Depois, provavelmente encontrarei uma empresa semelhante porque gosto de empreendedorismo. Eu costumo organizar minha vida ajudando as pessoas. Quero ajudá-las a aprender muito em pouco tempo e ter uma vida saudável.

Que outra profissão você escolheria se tivesse que mudar? Você conseguiria mudar?

Eu ficaria feliz em trabalhar ao lado de uma esteira transportadora porque é meditativo. Ou eu faria parte de uma equipe de limpeza para entrar em lugares restritos para outras pessoas. Ou um caixa em um supermercado local para que houvesse pelo menos um caixa legal naquela loja. Ou um professor do ensino médio, ensinando qualquer assunto. Ou mesmo um carpinteiro porque deve ser muito legal!
Eu acho que eu seria capaz de fazer qualquer uma dessas profissões, mas programação paga mais, então eu não vou mudar.

Quais habilidades os grandes desenvolvedores e especialistas em TI exigem? Para quem você não recomenda essa profissão?

Pensamento estruturado, tolerância à monotonia e QI acima da média são necessários. Eu não recomendo para quem não tem essas qualidades ou não está interessado em TI.

Qual é a sua parte favorita?

É o fato de eu poder criar um grande valor em muito pouco tempo. E também de que as pessoas apreciam o meu trabalho. Além disso, adoro poder trabalhar em qualquer lugar.

O que te irrita mais? Quais são as dificuldades e perigos da sua profissão?

A parte mais difícil é ter muita informação em mente de uma só vez. A parte chata é quando você não tem ferramentas adequadas. Por exemplo, o aplicativo que você precisa usar não é muito bom. O maior perigo é sentar-se muito na frente do computador, porque você pode ficar gordo e debilitado.

Quão estável é o seu trabalho? Quanto tempo você leva trabalhando para a mesma empresa?

Meu trabalho principal, no momento, é viajar. Está bastante estável para os próximos quatro meses, mas logo estaremos voltando para casa.

Se você tivesse que perguntar uma coisa em nome de todos os desenvolvedores, qual seria?

Eu perguntaria por que mais pessoas não querem fazer isso. É tão legal! 🙂

Quanto dá para ganhar nesta profissão (sendo um novato, experiente e veterano)?

No Brasil, a média de salário de um desenvolvedor de software é de R$105 mil por ano.

Qual você acha que é a melhor maneira de aprender a programar?

De maneira ativa e apaixonada, com a ajuda de cursos gratuitos, como o freecodecamp. Ou se alguém não fala inglês muito bem, tem a CodeBerry.

Por que vale a pena aprender programação?

Se essa profissão combina com você, é um trabalho desafiador e criativo. No final do dia, você pode dormir pensando que criou algo.

Aviso: O Blog da CodeBerry é publicado pela Escola de Programação CodeBerry, co-fundada por Dávid.
Você gostou desta história? Inscreva-se a nossa newsletter que enviaremos as melhores publicações todas as semanas. Sem spam, sem besteira. Você sempre pode optar por sair.